fbpx

Comer emocional, até que ponto pode ser considerado como “normal”?

A verdade é que comer por motivos emocionais até certo ponto, é normal. Despertar ou confortar emoções ao comer pode ser considerado como um comum papel da comida, desde que isso seja feito com consciência, isto é, você sabe por que está comendo, você sabe que a comida não resolverá a questão, e também isto não seja algo pelo qual você dependa.

Sendo assim, o comer emocional pode ser considerado um problema quando:

– Você não tem consciência do que está acontecendo como por exemplo, quando surge uma vontade insaciável de comer doce, sendo isto associado a questões difíceis da vida, porém não se percebe que existem relações emocionais, pensando ser apenas uma vontade.

– Quando se cria uma dependência por alguma determinada comida, quando se está estressado, triste, ansioso e até com medo. O problema não está no fato de oferecer uma maior quantidade de comida que meu corpo necessita, e sim sobre não estar conseguindo resolver ou lidar diretamente com estes problemas e emoções. Aqui vai uma orientação, a fome é o nosso principal guia para comer, quando estamos em contato com o nosso corpo, acabamos comendo por fome na maior parte do tempo por perceber que isto é prazeroso, sendo assim fique atento, aos sinais que o seu corpo envia, não deixando para se alimentar somente em momentos onde se encontre com muita fome,pois isto levara a um ciclo vicioso. Mas não se esqueça que somos seres humanos e nos alimentamos por vários motivos, e quando surgir aquela vontade de comer um bolo de chocolate ou um pedaço de pizza, que isto possa trazer um prazer e não um sentimento de culpa ou prisão.

Raquel Ramos Veiga

Nutricionista B.sports
Compartilhar
Sem comentários
Comentar
Nome *
E-mail*

WhatsApp chat